sexta-feira, setembro 20, 2013

Evangelicos nos EUA


Tendo sido nascida e criada no Brasil,pais catolico, sempre senti ser alvo de preconceito nas escolas e em meio a colegas.Não e' nenhum exagero dizer que fui bullied,humilhada e desprezada.Em meio a tantas "Claudias" (sempre tinha pelo menos duas meninas com o mesmo nome que o meu no meio de qualquer grupo ),eu era conhecida como "a Claudia crente".Eu era a Claudia que não xingava palavrão,não dançava e era proibida de fazer um monte de coisa divertida,como participar da festa junina ou dança folclorica que incluia cadomble e coisas do tipo.Exagero, claro, a não ser pelo cadomble.Nunca entendi esse negocio de no Brasil, religião africana ser transformada em folclore...mas continuando....Da pra ter uma ideia da minha percepção do mundo pelas minhas experiencias no Brasil.Sim,foi ha muitos anos atras,num suburbio do Rio,onde a grande maioria não tinha muita conciencia do mundo ao redor. As coisas mudaram(talvez).Mas mesmo assim.Personalidades de TV e media em geral,me diziam que eu era diferente.E como todo diferente,segregado da população.
Agora,acelera o filme pra quase 30 anos depois num suburbio de uma cidadezinha dos EUA. A "Claudia crente" agora e' parte da maioria.So podia ser.Morando num pais colonizado por Britanicos,Catolicismo e' religião da minoria. Mas essa não e' so a diferença obvia.Religiões aqui são, não so' respeitadas, mas, de uma estranha maneira....ignoradas. Ninguem aqui ta nem ai pra qual religião voce seja. Voce pertence a igreja dos unidos soberados do tenis branco? E dai ? Ta tudo "cool" com o americano. O que voce faz da sua vida,seja na maneira de vestir,andar,falar,comer e sim,adorar a qualquer que seja a sua divindade,so diz respeito a voce.  
Essa foi a primeira diferença que notei aqui. A segunda-tambem chocante,foi como evangelicos aqui,são infinitamente unidos nas suas diferenças. Por exemplo,existem mil e uma igrejas protestantes.Aqui não so tem as igrejas Batista,Assemblia e Presbiterianas(entre outras populares no Brasil)mas existem diferenças muito grandes entre as propias denominações. Tudo varia muito de congregação pra congregação.Ou seja,duas igrejas Batistas localizadas na mesma cidade,ou ate mesmo na mesma rua,são completamente diferentes umas das outras.Podem usar biblias de traduções diferentes,preferir cantar hinos do cantor ou canticos populares,ser uma igreja predominante de Afro americanos etc...Uma pode ser tradicional e a outra moderna.São tão diferentes na verdade,que voce pode chegar a pensar que pertencem a religiões diferentes.
Ir a uma igreja no "primeiro mundo" e' diferente.Voce nota ao entrar na igreja quando recebe o buletin com codigo para escanear no seu telefone.Eu acompanho no meu kindle,onde toda a informação,incluindo os versiculos biblicos esta digitada.Muitas vezes no finalzinho do culto voce pode usar o twitter para fazer uma pergunta sobre o sermão.A sua pergunta aparecera nos telões,onde todo o texto da programação(inclusive letras das musicas) aparecera tambem,Se preferir ao invez do twitter voce pode mandar um e-mail pro pastor.
Falando em pastor...aqui eles são sempre formados por universidades de gabarito onde para pastoriar precisam de pelo menos um mestrado. Igrejas aqui pagam impostos e são para todos os efeitos uma empresa,sem nem um tipo de favores ou regalias do governo. Pastores aqui são homens em que a grande maioria confia.Seu salario e' publico e negociado pela congregação.Eles tambem pagam impostos como qualquer trabalhador.Geralmente pastores aqui tem uma boa reputação-excesões a parte.Outra diferença sobre os evangelicos nos EUA. Aqui ao contrario do Brasil  onde a grande maioria das celebridades são catolicas ou espiritas, a maioria das celebridades nos EUA(as que tem religião) são evangelicas ou Judaicas.Um jogador de futebol ficou muito famoso por ter se ajoelhado no meio do campo e orar.Esta tendo uma grande polemica em casos assim.Discute-se a demonstração publica de religião.Ate agora sem conclusões.
Seja qual for a igreja evangelica que se frequenta nos EUA,acho que a grande diferença entre a igreja evangelica no Brasil e a igreja evangelica nos EUA esta na musica.E ' realmente um outro mundo louvar a Deus com profissionais gabaritados com mestrado em musica,desde os instrumentalistas aos cantores e diretores de musica.Qualquer culto de domingo inclui um repertorio maravilhoso de musicas lindas,bem orquestradas,com performance perfeitas.Na maioria das vezes o louvor de uma igreja evangelica nos EUA não deixa nada a desejar a um show de rock.Serio.




* Este post foi escrito por sugestão de um dos leitores deste blog.Quer sugerir um assunto para futuros posts ? Me mande um e-mail - claudiadepaula93@gmail.com 
Desde ja agradeço suas sugestões.

2 comentários:

Ingrid Lima disse...

Nossa, pode ter sido só uma impressão minha, mas por tudo o que você falou ... achei a igreja um pouco fria... Além disso, fiquei com uma dúvida, como acontece a evangelização, já que está sendo tão criticada a expressão pública da religião?

Claudia de Paula disse...

Oi Ingrid !

Não sei porque voce teve essa impressão.Sera que escrevi algo que tivesse dado ao entender isso ? Não foi a minha intenção.Pelo contrario.As igrejas são muito calorosas.Dependendo do estilo de igreja(como disse tem pra todos os gostos) o louvor e' feito de pe',com palmas,mãos pro alto,aleluias e amens rsrs Pelo menos na minha igreja e' assim. Apesar do avanço tecnologico fazemos evangelização com distribuição de folhetos,festas gratuitas para a comunidade,concertos publicos etc..da mesma maneira que antigamente.So que melhor.:)