quinta-feira, fevereiro 05, 2009

Escola, Saudades

Estou com saudades da filhota. Hoje sera um dia longo - 8 horas sem ve-la. Ela nao viajou ou fez algum tipo de excursao. So foi para a escola. Geralmente, da primeira a terceira serie, o dia escolar dura 6 horas, o que ja acho longo demais. Mas quando comeca a quarta serie, existe mais um mundo de atividades na escola : banda, orquestra, clube de ciencias, de futebol, de xadrez...
Pois e, hoje e um dia atarefado para ela. Aposto que estara tao ocupada que nem vai lembrar de mim, aqui em casa, sozinha -snif, snif.
A Andrea e minha cacula e bem mais nova que seus irmaos. Os meninos tem 22 e 18 anos. Quase nao os vejo, pois moram na faculdade onde estudam. Entao, quando a Andrea comecou a quarta serie, em setembro, foi quase que tao chocante para mim do que o dia que comecou o jardim de infancia. Aquele dia ainda esta bem vivo na minha memoria. O meu bebe comecando a escola, terminando uma fase da vida... e todo fim de uma coisa querida e triste.
Agora sinto saudades daquele tempo.
Quando via a minha fofinha
entrando no onibus escolar, no comeco do dia, cheia de ansiedade, mas depois, cheia de alegria. E ai eu, esperando impaciente, olhando na rua, procurando aquele monstro amarelo, e finalmente a felicidade de ve-la descendo as escadas para se jogar nos meus bracos... Antes que pudesse imaginar possivel, a terceira serie chegou e se foi. Todas as criancas animadas, arrumadas e felizes receberam seus diplomas.Mas eu so tinha olhos para uma delas, que entre alegria e tristeza, me sorria incerta.
Os homens que me perdoem, mas so uma mae e capaz de entender a importancia de momentos como esses.
Agora a escola e outra. Muito maior que a antiga. Nao pega mais onibus, temos que leva-la de carro. As roupas sao diferentes, nao mais de garotinhas, mas de quase adolescente que e. Os amigos sao outros, as materias e materiais escolares sao diferentes. Tudo parece ter mudado, mas sei que as mudancas sao esternas. Dentro deste rostinho lindo, ainda mora o meu bebe.

Um comentário:

Lenita disse...

Oi, Claudinha querida. Só quem é mãe é que sabe mesmo. Mas eles ficam tão felizes porque estão crescendo, não é? E a gente fica feliz com eles. Bjs