quarta-feira, março 25, 2009

Roupas, Bagulhos e Garage Sales

Tava pensando aqui com os meus botoes... primavera, renovacao, recomeco... e a minha casa ta cheia de bagulho. Ai, da ate tristeza. Coisas que nao uso, mas que por algum motivo, seja ele emocional ou preguical mesmo, ainda estao a ocupar o pouco espaco da casa. Mas ja foi pior. Pelo menos nao tenho que lidar com o guarda-roupas.

Ao contrario de muita gente que conheco, o guarda-roupas, pra mim e' facil de manter arrumado. Acostumei a mante-lo em dia. Se nao uso uma peca de roupas por mais de seis meses, vira doacao. Eu penso assim : "Se nao usei ate agora nao vou usar mais." E tambem, ca entre nos, tenho a desculpa de comprar roupa nova, he, he. Mas nao foi sempre assim. Antigamente eu tinha o closet abarrotado de roupas dos mais variados tipos e tamanhos. E' que o meu peso oscilava tanto que nao tinha a minima ideia que tamanho estaria usando na proxima estacao. Tambem comprava roupas so por etarem com preco baixo e serem de marca boa. Um dia me deu a louca e dei um basta. Mantive so as roupas que me cabiam naquele momento e que realmente gostava. O resto doei. Desde entao frequentemente dou a limpa nas minhas roupas.

Costumo "limpar" o guarda-roupas pelo menos duas vezes por ano: no Outono e na Primavera. Tambem quando compro muitas roupas de uma so vez (por estarem em liquidacao), avalio novamente as roupas que tenho no guarda-roupas e geralmente encontro itens para serem doados. Estou sempre reciclando as minhas roupas.

Nao sei como e' em outros lugares, mas aqui na minha cidade e' muito facil doar roupas e sapatos usados. E' so juntar as pecas que nao quiser, colocar em um saco e jogar na janelinha de um dos postos de coleta que temos em quase a cada esquina da cidade. Sinto-me bem, sabendo que alguem vai fazer uso daquilo que nao me serve mais. Em cidades em que este servico nao esta a disposicao, organizam-se grupos de coleta de roupas . Elas sao entao doadas para instituicoes de caridade. Certos grupos fazem campanhas tambem.Os escoteiros, por exemplo estao fazendo tal campanha. Penduraram sacolas de plastico nas macanetas da porta de cada residencia do meu bairro. Cada sacola tem instrucoes para que sejam colocadas roupas usadas. Neste sabado farao a coleta.

Aqui tambem esta comecando a moda das festinhas do troca- troca. Funciona assim: voce convida um monte de amigas (quanto mais melhor) para se reunirem na sua casa. Cada uma tras varias pecas de roupa, sapatos acessorios, etc.. que nao quer mais. E cada uma traz tambem algo de comer: sanduiches, biscoitos, bolos etc.. Ai e' so comecar o troca-troca, bater um papo e comer um lanchinho. Todas voltam pra casa felizes e com algo novo (ou semi-novo).



Como ja falei, nao tenho pena de doar roupas. Meu problema (e perdicao ) e' o meu vicio nas "Garage Sales". Explico: comecando na primavera e durando ate o final do verao, o povo aqui tem o costume de, durante um sabado ou fim de semana, juntar as tralhas que nao querem mais - de moveis a roupas, de pratos, a brinquedos e quinquilharias em geral - e vender na sua garagem (dai o nome). Quem nao tem garagem (ou a bagulhada toda nao cabe la), usa o quintal da frente da casa (Yard Sale). Se voce estiver fazendo a Garage Sale, e' uma boa. Da pra se fazer um bom dinheirinho (minha cunhada faturou mais de 300 dolares ano passado). Mas se voce e' o fregues...ai, prepara o bolso. Pois e', eu sempre sou a freguesa. Tudo comeca com um inocente passeio pela vizinhanca, numa bela manha de primavera. Ou posso estar a caminho do supermercado. O fato e' que ao deparar com o cartaz " Garage Sale", nao resisto. E' naquela direcao mesmo que vou. Acho que o que me atrai e' a possibilidade de achar um tesouro no meio dos descartados de alguem. A gente SEMPRE escuta historias de alguem que comprou um quadro ou um vaso de flores ou uma pulseirinha, por uma ninharia, porque achou bonitinho e vai descobrir depois que vale milhoes de dolares...E essa, meus caros leitores, e' a razao da minha casa estar cheia de quinquilharias. Mas justica seja feita. Da pra se achar muita coisa boa, as vezes nunca usadas, em Garage Sales. Eu, como ja sou fera nisso, procuro nos classificados do jornal as melhores Garage Sales e saio cedinho pra procurar os meu tesouros ( muitos dos quais estao a pegar poeira aqui em casa).

Mas... para este ano, tenho um plano: Quem fara o Yard Sale (adivinha porque e' Yard e nao Garage sale ), sou eu. Ja estou juntando os meus bagu..er, tesouros. Calculo que la pro meados do mes de Maio, terei terminado de separar os itens a serem vendidos. Ai e' so pegar o que faturar e.... gastar tudo em uma Garage Sale.

3 comentários:

Lenita disse...

Ai, Claudinha, você nem calcula a vontade que eu tenho de estar num desses Garage Sale!!
Primeiro porque tenho uma sorte danada; sempre encontro algo muito bom onde aparentemente só tem bagulho.
Segundo porque adoro "garimpar" tesouros... Rsrsrs
Bjs

Claudia de Paula disse...

Ah, Le, seria otimo !
Posso imaginar, nos duas, o terror das Garage Sales,garimpando tudo quanto e' tesouro :)

Gislene guimarães disse...

Aiiii Claudia...que vontade de estar aí...eu amo as ideias,costumes e cultura Americana..fiquei lendo seu post e imaginando cada linha e paragrafo escrito por você!Isso é muito bom,pois como não tenho condição de ir aí neste país maravilhoso no momento,deixo minha imaginção fluir através de seus post aqui no kingdom!Amooooo esse cantinho todo especial que vc abriu pra gente !

bjusssss!!! :*