quinta-feira, março 05, 2009

Sapos e outras loucuras

Vou falar um pouco de mim : sou do tipo quietinha, sabe ? do tipo que ta tudo bom, tudo maravilhoso, nao ligo pra nada. Nao e' que finjo ser assim, sou MESMO assim. Tudo pela paz. Tenho opinioes fortes, sim, mas geralmente as mantenho para mim mesma. Deixo o pessoal falar a vontade e mesmo que discorde, fico na minha, calada. Muda. E engulo muuuiiito sapo. So para manter as pessoas felizes e em paz, tudo pela paz.

Mas tem dias (e ultimamente tem sido mais frequentes), em que nao aguento. Coloco todas as emocoes ruins para fora : tristeza, odio, desprezo, rancor, enfim, todas imaginaveis, vem a tona. Isso geralmente se manifesta em forma de um ou varios gritos. Podem ser gritos agudos, fininhos ou gritos do tipo "ranger dentes". Daqueles que vem raspando a garganta, sabe ? Posso ate dar uns pulinhos de frustracao. Mas nunca, nunca xingo. Isso nao. Detesto palavroes, mesmo quando estou fora de mim. Nao, nao e' TPM. Isso pode acontecer a qualquer hora, dia ou mes do ano. E ai mora o perigo: Tais demonstracoes sao imprevisiveis. Eu posso estar tranquila, calminha, de repente, ao olhar mais uma vez as roupas dos meus filhos marmanjos espalhadas pelo chao do quarto, me da a louca. Saio chutando tudo que estiver no meu caminho: roupas, objetos, pessoas e pequenos animais. Grito, me descabelo e me revolto. Sinto e vejo pelo canto dos meus olhos, vultos procurando refugio: tarde demais. Ja achei o coitado, que tremulo, nao tem forcas para emitir qualquer som. Apenas aceita resignado o furacao do meu furor. Sim, sou louca.Varrida.
Alguns segundos depois(sim, segundos. Tudo acontece muito rapido) o quarto esta imaculadamente arrumado (nao por mim) pessoas estao lentamente voltando ao seus afazeres e eu estou calma novamente.

Assisti hoje parte do programa "saia justa" e o assunto era sapos. Sabe, engolir sentimentos, manter as coisas quardadas la dentro ? Falaram que foi comprovado cientificamente que engolir sapos faz com que pessoas adiquiram doencas, algumas ate graves como o cancer e ataque cardiaco. Falaram que tem que colocar as emocoes para fora. Se nao acumulam e te fazem adoecer, de verdade.

Os sapos fazem parte da minha vida. Estou tao acostumada com eles que ja se sentem em casa. Sao rotina do meu dia-a- dia. Ja nem percebo mais sua presenca.


Agora sei porque ando sempre doente. E' muito sapo para uma pessoa so' !

Acho que se eu cuspisse meus sapos nao teria mais esses atos de vandalismo emocional. Estou tentando, mas pra mim e' dificil... se bem que, se continuar tendo esses repentes de loucura frequentemente vai ter sapo saindo pra tudo quanto e' lado e vou ficar bem saudavel.
Uma coisa e' certa: as coisas se resolvem rapidinho por aqui quando a "Psycho Mom" aparece.
E quando ela vai embora fica tudo na santa paz...





5 comentários:

HAZEL disse...

Olá, Cláudia! A Lenita falou-me do teu blog e vim aqui visitar-te!

Estava a ler este post e isso lembrou-me de uma coisa: no outro dia, decidi fazer um batido de frutas e coentros para o meu filho e marido (e para mim). Eles adoram que de vez em quando eu faça estes miminhos.

Fiz com todo o carinho, e deixei o batido no jarro, enquanto vim só espreitar os comentários aqui no computador. Foram escassos segundos.

Quando cheguei à cozinha, eles já tinham vazado nos copos, e estavam a acabar os respectivos batidos.

AH...... deu-me uma fúria igual à tua!!
Então fiz uma coisa com tanto carinho para nós os 3, e não puderam esperar 30 segundos por mim?!

Num acto tresloucado, tirei-lhes os copos, despejei o resto que ainda não tinham bebido de volta para o jarro, e disse: "agora só bebem quando eu decidir!"

kakakakakakakakakakak

Enquanto ralhava, por dentro ria-me ao mesmo tempo. Coisa de gente doida, né?

O meu marido pediu desculpa, e acabámos todos a rir.

Gostei de te conhecer!

Lenita disse...

Claudinhaaaa! Esse foi, sem dúvida, seu melhor post! E ALELUIA! Enfim está conseguindo "expelir" os sapos.
O que falaram no Saia justa é verdade! Não faça do seu estômago, esôfago, fígado, pâncreas, intestinos um brejo cheio de sapos!
Acabe sempre com o seu "sapoal". Se não for "surtando", pelo menos escrevendo, ou esmurrando uma almofada, ou esfregando uma peça de roupa, ou polindo algum metal... tenho várias técnicas. Se quiser, te ensino. Bjs

eu, Lila Cassini disse...

To igualzinho a vc ... Faiscando.... mas passa.... segura firme... Eu tenho tomado cha de melissa... é otimo.
Beijos, Lila

Ví por aí... disse...

kkkkkkkkkkkkkkk
Post engraçadíssimo...
Adorei!!!
Gostei do blog!! Voltarei sempre e peço licença p/ te lincar também!!!
Que bom que gostou das cadeiras e quer saber??? Perca tempo não...reforme-as!!!
Tem selinho lindo lá no blog...pega lá!!!

Bjkas!

Paula disse...

Oi, Clau!! Adorei te conhecer, seu blog é gostoso que nem casa de avó, tem um pouco de tudo, e vim tb para agradecer a visita ao Quintal. Apareça sempre! A gente se fala!!
Uma semana iluminada!
Beijos\o/